20/10/2007

Cap 50: Dois em um (Jeni)

_ Ai! Você não sabe fazer isso! _ ouvi o homem gritar com seu comparsa.

Eu apenas olhava de canto de olho quieta. Um deles chegara ferido com um corte na barriga e o outro fora comprar curativos. Acho que eles fizeram algum assalto que falhara, não entendi bem, pois cochichavam.

_Eu posso ajudar._ disse-lhes.

O que estava de costas para mim virou-se e me olhou. Acho que queria se certificar que era isso mesmo que tinha ouvido.

_É que eu entendo um pouco disso. Faço faculdade de enfermagem... _ expliquei-lhe.

Claro que estava ainda no primeiro semestre e aquilo não precisava de uma faculdade para se saber fazer, mas eu precisava de credibilidade entre eles.

_Então, levante-se. _ ele ordenou. _ Eu não quero ver nenhuma gracinha. _ apontou com o revólver para a direção do amigo escorado na mesa.

_Pode desamarrar as minhas mãos e meus pés? _ mostrei-lhe os pulsos.

_Anda logo que eu estou sangrando feito um porco! _ gritou o outro.

_Tudo bem. _ ele aceitou e liberou-me das cordas.

_É preciso limpar a região. Não tem álcool aqui, mas tem água... _ pensei alto e caminhei para a pia. Antes, fiz um sinal de que iria me deslocar. Eles estavam apreensivos demais com cada movimento que eu fazia. _ Vem aqui. _ pedi. _ Por favor!

Ele caminhou em minha direção e eu limpei o ferimento.

_Foi com algum objeto cortante? _ perguntei.

_Para que quer saber?

_Porque pode infeccionar. _ expliquei-lhe.

Voltamos para perto da mesa e eu abri o saco da farmácia onde estavam as gases e o esparadrapo. Deixei o saco aberto de modo que eu pudesse conferir o que procurava. Lá estava o número do telefone da farmácia estampado. Engoli em seco e limpei o ferimento. Decorei o prefixo repetindo a seqüência mentalmente.

_Eu tinha que levar uns pontos... _ opinou.

_Que isso, não é para tanto. _ ri, tentando ser o mais amigável possível. _ Agora deixa eu cortar o esparadrapo e colar aqui... _ falei baixinho e meus olhos se fixaram por alguns segundos no restante dos números.

_Agora volta para o seu lugar que eu não quero problemas com você, nem com esse teu filho aí. Quero acabar esse trabalho e pronto.

Ele me amarrou de novo e eu deitei. Meu plano era conseguir formar uma frase com palavras em que a quantidade de letras que significassem os números. Assim, Ruan teria noção de onde eu estava e localizaria o bairro. Mas nem tudo saíra como eu queria. Infelizmente, eles me surpreenderam. O ponto de encontro para pegar o dinheiro era em uma estrada deserta, fora da cidade, longe de tudo. Não adiantava eu passar-lhe aquele código porque, daqui a pouco, sairíamos dali. Tive tanto trabalho para nada!

Durante a ligação para Ruan, eles passaram todas as ordens e, por fim, chegou o momento de passarem o telefone para mim.

_Ruan, te amo. Nós somos dois em um, não esquece, dois em um! _ disse-lhe e dei um pouco de ênfase no dois.

Droga! Era só aquilo que eu podia indicar! Pelo menos Ruan teria idéia de que eram dois.

_Não se meta a trazer companhia, nem a inventar qualquer gracinha ou nós damos um tiro na nuca da sua lindinha.

Eu engoli em seco. Não podia entrar em pânico. Eu precisava confiar no Ruan.


Li Mendi

12 comentários:

Li disse...

Gostaram do trailer?! :)
Meninas, um lindo fds para vcs!
Amanhã veremos como será o resgate!
Imagino a ansiedade de Ruan!
Beijos!

sarah disse...

LI por favor coloka o mais rapido possivel esse capitulo!!!!
to morrendo aki!!!
bjinhos
Tá lindo video!!!!

Lucy disse...

Poxa, ela tá se saindo muito melhor do que esperaríamos, não é, gente?! Tá sendo forte pelo bebê, pelo Ruan e por ela! Aiaiai! \o/

Ruan, vai logo!!!
Jeni, agüenta que ele já tá chegando!!!

Abraços, ninas!

Lívia disse...

Li Mendi,
Descobri a três dias esse livro por indicação da Deise (Blog da Deisinha) e acabei de ler o capítulo do dia.
Vou dizer o quê, deste livro? Eu comecei a ler e a cada capítulo não podia parar...
É envolvente, é engraçado, é emocionante, dá raiva, mexe com os sentimentos.

Estou anciosa para ver este resgate. Os dois foram feitos um para o outro.. e a tua percepção para tudo é supreendente.

Rápido com esse capítulo ou suas leitoras vão ter um ataque do coração!! hahahhahHah..

Grande beijo e bom domingo.

mari disse...

Aiiii Li.
Que angústia.
Manda logo o outro.

Bjkitas e bom findi

Li disse...

Oi, Lívia, obrigada querida! Sem palavras mesmo. Assim vc derruba a autora!
Bj ni vc Deisi. Vc é demais rs.

Ana Carolina disse...

LIIII..acaba logo com isso...to nervosa pela jeni!!!que dó, que nervoso!! meu coração tá apertadinho...apesar dela estar tão madura...dá pena, ela grávida, tendo que se cuidar e no meio desses animais!!!acaba com isso faz ela voltar para os braços do ruan!!!

Nathália disse...

Ai, mto ansiosa pra ver como vai ser o resgate!! Lindo o trailer Li!!

Bjks

aninha disse...

meninas, o meu livro online acabou de ser atualizado!!!! acompanhem as aventuras da Carolina, uma mulher que foi abandonada grávida pelo noivo e desprezada pela familia foi embora para outra cidade, onde lutou e venceu. E agora... depois de ter reorganizado a sua vida, o ex noivo reaparece fazendo uma estranha proposta... que proposta ?? ahhh, isso eu naõ conto, acessem o livro que está no link aqui e conheçam a emocionante história de Carolina!

Anônimo disse...

ATUALIZAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

Deisinha Rocha disse...

Aih, ki linda a Jeni...
generosa, esperta por demais e muito, muito forte...
sim, este bebê vai ter uma mãe e tanto...
a Jeni não parece nem um poko com a Mãe...

aih Li... devolve logo a Jeni em segurança - eu disse SEGURANÇA - pro Ruan.. viu?!


e di nada Li... é q eu sempre indico bons livros e bons autores...
rsrs

bjOo ni vc.... e ni v6 mininAssssss...

Deisinha Rocha disse...

Ah... sim...
adoreiIII o trailer...

isso aki ta cada dia mais parecido com filme...
rrsrs