02/10/2007

Cap 32: Beijos e abraços (Jeni)

(Trilha Sonora, clique aqui agora!)

Abri os olhos e sorri. Tinha dormido o sono mais profundo do mundo. Revirei-me na cama, espreguicei. Eu parecia ter tomado um revigorante.

Eu precisava de um banho antes do café da manhã. Olhei-me no espelho e sorri para mim mesma:

_Espelho, espelho meu, você sabia que sexo faz bem para pele? Olha como você está linda1

Balancei a cabeça para os lados, os hormônios devem ter afetado o meu cérebro mesmo. Abri a porta e fui até a cozinha, onde encontrei Ruan de costas, fazendo alguma coisa na pia. Abracei-o por trás e achei divertido o fato de ter ombros tão largos que eu podia me esconder atrás dele.

_Eu quero... _ disse ao vê-lo cortar uma melancia.

_Quer? _ ele espetou um pedaço com o garfo e antes de colocar na minha boca comeu.

_Ahhh, que covardia, Ruan! _ cerrei os olhos.

Ele começou a rir da minha cara e se engasgou.

_Bem feito, engole com caroço e tudo! _ fingi que tinha ficado emburrada por ter feito o papel de ridícula.

Coloquei comida para Juanito e admirei o belo sol que fazia no quintal. A grama ainda estava molhada. Como podia ter chovido tanto e agora fazer aquela magnífica manhã de sábado?

_Dormiu bem? _ foi a vez de Ruan abraçar-me por trás. Com uma mão envolveu minha cintura e, com a outra me mostrou um prato cheio de pedaços de melancia. _ Aqui, amor, eu queria cortar para você e tirar o caroço.

_Nada... Você está é arrependido. _ peguei o garfo e mordi um pedaço.

_Se não quer, tudo bem... _ ele deixou o prato em cima da mureta da varanda.

_Eu quero você... _ puxei sua mão e ele veio para perto. Segurei sua nuca com a mão e beijei-lhe. _ Já te disse que foi perfeito ontem?

_Hummm... Não. _ Ruan sorriu e começou a beijar o meu pescoço.

Abracei-o.

_Tudo que eu falei não era verdade... _ referi-me às discussões daquela semana. _ Eu queria te atingir, mas no fundo, eu estava louca para ficar de bem contigo. Eu preciso tanto de você, Ruan.

_Eu também preciso de você, Jeni! Eu não te contei sobre o meu passado, porque tinha medo que gostasse de mim só por pena.

_Não sinto pena, Ruan. Pelo contrário, te admiro ainda mais e quero te fazer feliz! _ segurei seu rosto com minhas duas mãos. _ Eu te amo muito!

_Eu também, minha princesinha.

_Princesinha? Olha que romântico! _ sorri.

_Você está debochando?!

_Não estou! _ ri alto e ele me pegou no colo.

_Ruan, me põe no chão! _ esperneei e ele me levou para o sofá da sala.

Deixei-o vir sobre mim e o beijei. Como a gente pode perder tanto tempo da vida com brigas quando devemos dar lugar ao amor e ao carinho?

_Jeni... _ ele me abraçou e eu fiquei com a cabeça encostada em seu peito. _ Por que você disse que ontem não era um dia bom para você?

_Foi o dia em que minha mãe me abandonou.

_Imaginei... _ ele ficou mexendo com o meu cabelo. _ Agora eu vou cuidar de você.

_Nossa, falou como um pai agora.

_Eu não disse com que métodos!

Eu ri e belisquei seu braço.

_Ruan, e onde você tirou aquela foto que usava no msn do Daniel?

_Sei lá... Achei uma por aí.

_Que coisa feia!

_Você vai me punir...?

_Estou achando que você merece... _ beijei seus lábios.

_Adoro estar com você, sempre me diverte. Me sinto ainda um adolescente.

_Que bom... _ sorri-lhe. _ Agora, se nós vamos dormir juntos, o seu quarto é o meu quarto...

_Por que eu estou com medo do que vai dizer?

_Eu posso colocar pôster nas paredes, colcha rosa de babadinhos, tapete peludo, ursinhos na cama...?

_Não!

_Estou brincando, bobo! _ ri da sua careta desesperada. _ Não vou te obrigar a dormir abraçado com o meu ursinho.

_Agora se for abraçado com você, eu quero!

_Hummm, é? _ dei uma mordidinha de leve na sua orelha.

_Ai, Jeni!

_Era para ver se dói.

_Você é má.

_Só um pouquinho. As meninas boas vão para o céu e as más... _ beijei-lhe os lábios. _ ... vão para onde querem.

_Você quer me matar, né?! _ ele me fez cócegas e eu dei um gritinho e ri.

_Eu imploro, eu imploro, pára...

Ele afastou-se e me olhou de lado, se fingindo de bravo.

_Você é um garoto...

_Hum, me lembrei de uma coisa, fica aí. _ pediu.

_Tá.

Ele correu até o escritório e voltou com o violão, sentou-se ao meu lado de novo.

_Vou tocar uma música para você. _ ele abaixou o rosto para verificar a afinação das cordas e eu me precipitei e beijando, inesperadamente.

_Puxa! E olha que eu nem comecei ainda! _ sorriu.

_Não fica convencido! O que vai tocar?

Ruan não respondeu, simplesmente, começou a cantar a música que eu adoro!

(clique aqui para ouvir)

_Seus olhos e seus olhares / Milhares de tentações
Meninas são tão mulheres / Seus truques e confusões
Se espalham pelos pêlos /Boca e cabelo
Peitos e poses e apelos / Me agarram pelas pernas
Certas mulheres como você / Me levam sempre onde querem
Garotos não resistem / Aos seus mistérios
Garotos nunca dizem não / Garotos como eu
Sempre tão espertos / Perto de uma mulher
São só garotos / Seus dentes e seus sorrisos
Mastigam meu corpo e juízo /Devoram os meus sentidos
Eu já não me importo comigo /Então são mãos e braços
Beijos e abraços / Pele, barriga e seus laços
São armadilhas e eu / não sei o que faço
Aqui de palhaço / Seguindo seus passos
Garotos não resistem / Aos seus mistérios
Garotos nunca dizem não / Garotos como eu
Sempre tão espertos / Perto de uma mulher,
São só garotos...


Eu fiquei com os olhos cheios de lágrimas e Ruan percebeu que tinha conseguido mexer de fato comigo. Ele deixou o violão em cima da mesinha de centro. Eu fiquei de joelhos no sofá e inclinei-me para alcançar seus lábios. Fiz uma leve força com as mãos em seu peito sem camisa para que se reclinasse. Ele esticou os braços para me envolver e girou seu corpo para que eu ficasse por baixo dele. Acariciou o meu rosto e depois de passar o dedão na minha boca, contemplou-me com olhos flamejantes.

_ Sente? _ ele me fez tocar seu coração com minha mão. _ Está aqui dentro para sempre.

Entreabri os lábios para receber os seus e dedilhei seu cabelo, desci as mãos por suas costas e senti as curvas dos músculos. Era mágico, como se desde muito tempo eu o conhecesse. Nossa ligação era cósmica. Ruan conseguia me passar uma deliciosa paz e segurança. Eu nunca mais estaria sozinha.

Levantei-me e ele não entendeu. Ele balançou a cabeça para os lados e franziu a testa. Ofereci a mão e aceitou sem fazer perguntas.

Fechei a porta do quarto e o empurrei contra ela. Beijei sua boca com vontade. Ele caminhou em direção a cama e me derrubou. Cravei as unhas em suas costas e o fiz deitar. Beijei seu queixo, desci com meus lábios pelo peito arfante e ele fechou os olhos.

Eu não pensava, era como se algo dentro de mim me dominasse. O entorpecente do amor é a mais saudável e delirante substância que se pode consumir e nenhum homem, por mais forte e bem treinado que seja, resiste ao seu torpor. No fim, até mesmo os mais bravos guerreiros caem indefesos sobre os braços pequenos e delicados da mulher que amam. Abracei-o e beijei o topo da sua cabeça com carinho, enquanto ele encostava seu rosto nos meus seios.

_Acho que agora você vai ter que dividir o espaço do seu coração. Além do Exército, eu tenho que caber dentro dele.

Ruan riu e continuou de olhos fechados.

_Pega a melancia lá para mim? _ pedi.

_Você quer mesmo... ?_ ele perguntou com a voz arrastada.

_Quero.

Ele ergueu-se e eu o contive.

_Estou brincando, não quero te explorar, eu posso pegar.

_Hummm... _ ele me beijou.

_Mas se quiser pegar, eu aceito. _ pisquei o olho.

_O que eu não faço por você, garota?! _ levantou-se e parou na porta. _ Agora eu vou cobrar.

_É?

_Vou te pedir para fazer umas coisinhas e não vai poder negar.

_Nãaaao! _ dei um gritinho e pude ouvi-lo rir maquiavélico no corredor.


Autora: Li
(lianotacoes.blogspot.com)

**"Fã Clube Ruan Forever" (Clique aqui)**
**Comunidade do livro (Clique aqui)**

15 comentários:

Li disse...

Óh, god, god, "saudade fodida do meu amor" (frase de vinícius de morais). Sabe aquela saudade bandida que te rouba a atenção.

Mas a vida segue e o dia começa.

Meninas, beijão no coração de todas!

Li

KÁKÁ disse...

nossa me queboru agora li...

eu amo essa musica e sempre uso essa frase de meninas boazinhas vão p o ceu e as más vão aonde querem... parece q esse capitulo foi ateh p mim..kkkkk
gente eles estão lindo juntos..estou amando a história...
quero um Ruan p mim...
ele eh perfeito....
nos lindo lindo lindo..td...
bjssss

Deisinha Rocha disse...

Ah Li...
kanto a saudade não podemos fazer muito...
mas sempre, sempre fazemos companhia a vc aki, no quarto ao lado...



capítulo tão lindo, tão romântico...
demais Li...


bjOo ni vc...

titta_* disse...

"O intorpecente do amor é a mais saudável e delirante substância que se pode consumir e nenhum homem, por mais forte e bem treinado que seja, resiste ao seu torpor. No fim, até mesmo os mais bravos guerreiros caem indefesos sobre os braços pequenos e delicados da mulher que amam."

Que lindo,Li! #)

minha saudade ta imensa tb ¬¬
ai ai ... pelo menos esse 2 estão bem agora!

tou adorando mto mto mto !
=*

aninha disse...

lindoooooooo!!!!! mas volto depois do almoço pra comentar decentemente!!!!! ta na hora de fazer papá pro povo aqui de casa!!!!!!!

Nati disse...

Lindo mesmo eles dois juntos, mas confesso que gosto mais das partes das brigas, pq fica aquela expectativa de que algo vai acontecer...
Eles assim juntinhos fica com cara de final de historia, tipo "e eles viveram felizes para sempre"...Não quero que acabe!!!!!!

O que será que a Li vai inventar agora? rs

Beijinhos =**

Ana Carolina disse...

Ahh li..saudade é fod...já tá acabando...já já o seu amor vai ficar perto de vc de novo!
Esses dois são perfeitos...quero só ver oq a senhorita vai aprontar para os p´roximos capítulos....
beijos

Li disse...

Ah nati fica tranquila ainda falta bastante coisa e muitos "sobes e desces" rs.

Só não deixa as meninas ouvirem isso senão já to ouvindo a passeata aqui na frente de casa.

hahahahhaahahah

bjjuuuu

ana, tb farei o papá aqui. vida de amélia.

eu fico para fazer a monografia e não trabalhar, mas acabo cuidando da casa... ai não adianta trabalho do mesmo jeito.

cuidar de casa não é fácil.


bjuuuuuuuuuuuuuuuuu

aninha disse...

é dona Li, não é fácil mesmo... bom, agora vamos comentar decentemente... o primeiro vídeo mexeu nas minhas estruturas.. uuuuuuiiiiiii!!!! cada bjuuuu!!!!! isso me faz lembrar que to sem bju há quase uma semana....hauhuahuahua!!!!!!! a cena dois dois... apaixonante!!!! eles são lindos!!!!! a música do Leoni... perfeita!!!!!tudo lindo!! aplausos mais uma vez!!!!!!!

mari disse...

lindo lindo lindo....
Aiiiiii tb tô com saudades do meu gato.

Li vê se não maltrata muito esses dois quando essa fase apaixonante passar viu???

Bjkitas.

Nathália disse...

Que bom q ainda não tá acabando...mas q ta lindo eles apaixonados, ah isso tá!!

Sei q pra saudade não tem muito o q se dizer Li, mas pensa q já é outubro e continua na contagem regressiva q sempre ajuda ;)

Bjks

Li disse...

vou continuar. 52 dias...

já foram 2 anos (essa parte é para animar e melhorar a noção do todo)

rs

li

mell disse...

idem ao comentario da titta_*

(LLLLL)

Lucy disse...

Muito lindo esse amor entre eles... muito bom ver o casal sempre de bem entre eles, de bem com a vida e sempre se divertindo com as pequenas coisas do dia a dia...

Agora vamos ver o q vai acontecer na vida social deles... essa parte vai dar o que escrever! (rsss)

(...tô quebrada hoje... mto mto mto cansada... e a saudade do meu amor só aumenta...)

Anônimo disse...

Cade o capitulo do dia 1º? :(